Trabalhando com Medidas de direção

3 minutos | Postado 2 anos atrás

a glowing radio with the marker running through the different stations and frequencies

Tradicionalmente medimos o alcance das metas sem nos importar tanto com medidas que levam a meta. Nosso sistema de cobrança não está cadenciado na cobrança de atitudes que levam a meta, mas na meta em si. Quando obtemos o resultado não temos mais o que fazer, a não ser, mudar o comportamento e começar a desenvolver medidas de direção que mudem o quadro do resultado no final do mês ou trimestre. A chave para o sucesso na conquista da MCI é privilegiar as Medidas de Direção!

Criar Medidas de Direção corretas é ajudar as pessoas a se verem como parceiras estratégicas na missão da igreja e engajá-las em um diálogo sobre o que pode ser aprimorado ou feito de maneira diferente para que as MCIs sejam conquistadas.

captura-de-tela-2016-11-25-as-16-25-42

A maioria de nós tem a tendência de medir a meta (Medida Histórica). Há duas razões que justificam os líderes agirem assim:

  1. As medidas históricas (resultado final) são as medidas do sucesso, são os resultados que você precisa alcançar.
  2. Os dados do resultado final são quase sempre fáceis de obter e mais visíveis do que os dados sobre medidas de direção. É fácil pegar o relatório de batismos e saber se você está no grupo do centuriões (100 batismos) ou não, mas até que ponto é fácil descobrir quantos interessados você tem na igreja e quantos estão dando estudos bíblicos.

Geralmente esses dados são de difícil obtenção e podem demandar autentica disciplina de acompanhamento do envolvimento dos membros da igreja.

São os dados das Medidas de Direção (MDs) que fazem a diferença no resultado final. Sem as MDs, só lhe resta tentar gerenciar os resultados, uma abordagem que raramente produz resultados ousados e significativos.

As medidas de direção também eliminam o elemento surpresa que apenas o foco nos relatórios mensais, trimestrais pode propiciar.

ESCOLHENDO AS ALAVANCAS CERTAS

  1. Para alcançar uma meta que nunca alcançou antes, você deve fazer coisas que jamais fez no passado. Olhe ao seu redor. Quem mais atingiu esta meta ou algo semelhante? O que fizeram de diferente? Analise cuidadosamente quaisquer barreiras previsíveis e decida em equipe como superá-las. Use a sua imaginação. No que você pensou que poderia fazer toda a diferença?
  2. Desenvolva a ferramenta de atividades 80/20: Normalmente 80% dos resultados são gerados por 20% das atividades. Se pergunte: “Que atividades críticas, se realizadas com excelência, mai impactarão os resultados?”

Exemplo: Uma igreja não batiza a quatro meses, seus membros operam muitas atividades secundárias do foco. A liderança está escassa e as receitas não são animadoras. O que fazer para estancar o sangramento generalizado dessa igreja?

captura-de-tela-2016-11-25-as-16-24-04

 

ESTANCANDO O SANGRAMENTO

  1. Defina atividades que tenham correlação com barreiras que atrapalham a conquista da meta
  2. Identifique atividades que nunca tenham sido feitas antes e que talvez fazem toda a diferença.
  3. Perceba o que as pessoas ou igrejas de melhor crescimento fazem diferentes

COMO SABER SE AS INFORMAÇÕES SÃO PRECISAS

  1. Apostamos na confiança
  2. Uma fraude virá à tona eventualmente.
  3. Quando as medidas de direção são executadas normalmente começa a mover o resultado, essa correlação é espontânea.

Alex Palmeira

Salvo pela graça, servo de Jesus, em missão como embaixador do reino de Deus - atua como diretor do movimento PN5.
União Sul Brasileira da IASD