Mobilização – Treinamento

3 minutos | Postado 12 meses atrás

1-3-2

Uma das maiores ênfases da visão “Cada um Salvando um” é o treinamento sistemático do leigo. Capacitar os membros para ser SAL & LUZ na comunidade. Se de fato queremos que as pessoas que estão em nossas igrejas passem de membros a discípulos, de líderes para verdadeiros ministros, precisamos desenvolver um sistema integrado, inteligente, eficaz e contínuo de treinamento que nos ajude a conduzir as pessoas a alcançarem esse objetivo, ou correremos o risco de ter boas idéias que nunca serão concretizadas. Arquitetar uma linha de treinamento é um trabalho árduo que exige uma equipe de ministros, co-pastores, muito esforço e dedicação. Se o foco é formação de ministros, esse será o nosso trabalho principal.   Existem vários programas de treinamento integrado, e cada distrito utiliza o seu.

1low

Esse não é um programa para um ano ou dois anos apenas. A igreja é um organismo vivo, em constante crescimento e mudança. A cada dia, novas pessoas vindas de realidades diversas, agregam-se a ela; portanto, velhas tendências deixam de existir, e novos modelos surgem. Se não trabalharmos para que a visão seja avivada, ela não sobreviverá. Para que cada salvo se torne um ministro, precisamos mostrar diariamente a benção e o valor do serviço cristão. Precisamos desenvolver estratégias de mudança e mobilização. Aqui na USB podemos utilizar algumas:

  1. Encontros motivacionais – pequenos retiros para os quais levamos os que já estão engajados no ministério
  2. Encontros para formação intensiva – pequenos retiros são agendados com o propósito de os participantes terem uma formação básica da visão “Cada um Salvando um’, dons e evangelização básica
  3. Encontro de líderes de ministérios – O objetivo é que todos saibam que fazem parte de um organismo vivo, embora não sejam o organismo. É o esforço de tornar o ministério de cada líder um ministério missional
  4. Feira de ministérios – para reforçar a visão de que cada salvo precisa ser um ministro
  5. Workshop de Dons – Realização de palestras, entrevistas e aconselhamento de dons
  6. Encontros de novos na fé – Obejtivo é inserí-los no ciclo do discipulado e na escalada espiritual

Modelo sugestivo de um treinamento bem sucedido

  1.  Folha com citações de Ellen G. White sobre o tema (discussão em grupos)T
  2. Ppt com a base do treinamento (conteúdo e plano de execução)
  3. Folha de acompanhamento com perguntas para discussão, assimilação do conteúdo e planejamento de ação (roteiro com medidas de direção claras)
  4. Teste com 5 perguntas V/F sobre o conteúdo apresentado. (ppt mesmo ou papel)
  5. Não se esqueça, que treinamento como estamos acostumados a ver, não é treinamento, é palestra.

Alex Palmeira

Salvo pela graça, servo de Jesus, em missão como embaixador do reino de Deus – atua como diretor do movimento PN5.

União Sul Brasileira da IASD