Conhecimento do Evangelho versus Proclamação

3 minutos | Postado 1 ano atrás

tumblr_inline_mlqj6u52DU1qz4rgp

 

O ponto mais relevante ao lidar com a ‘praxis’ do plantio de igrejas não é quão capacitado você está para pregar o evangelho mas sim o quanto você o faz (Ef. 1:13). Igrejas nascem onde a Palavra de Deus operou poderosamente, o que enfatiza a importância essencial da proclamação do evangelho no processo de plantar igrejas. Este não é um ponto negociável. Van Egen e Van Gelder avaliam isto ao ponderar que em um movimento missionário o alvo é fazer o Evangelho conhecido e não gerar um contexto físico ou eclesiástico que possa abrigá-lo .

Conversando com um recém convertido no Peru onde havia uma boa equipe missionária com o alvo de plantar igrejas perguntei porque as pessoas não estavam vindo para Cristo, especialmente tendo em mente um número expressivo de missionários trabalhando durante um longo período. Ele rapidamente respondeu: “Creio que é porque as pessoas não ouvem o Evangelho”. Então percebi que, apesar da excelente liderança presente, bom sistema de comunicação por satélite, obrigatoriedade de relatórios trimestrais e uma ótima estrutura de cuidado pastoral a equipe missionária, simplesmente, não falava de Jesus.

Não interessa o que mais um plantador de igrejas faça, ele precisa proclamar o Evangelho. Trabalho social, ministério holístico e compreensão cultural jamais irão substituir a clara comunicação do Evangelho ou justificar a presença da Igreja. O conteúdo do Evangelho exposto em todo e qualquer ministério de plantio de igrejas deve incluir a) Deus como Ser Criador e Soberano (Ef. 1:3-6); b) O pecado como fonte de separação entre o homem e Deus (Ef. 2:5); c) Jesus, Sua cruz e ressurreição como o plano histórico e central de Deus para redenção do homem (Heb. 1:1-4); d) O Espírito Santo, Paracletos, como o cumprimento da Promessa e encarregado de conduzir a Igreja até o dia final.

Lembro-me bem quando, recém chegados na África em 1993, nosso líder de campo, o indiano P. M. John, nos informou que havia procurado um plantador de igrejas para dar-nos um seminário a respeito do assunto porém nenhum estava disponível. “Todos estão ocupados plantando igrejas”, disse ele.

O valor mais profundo em um ministério de plantio de igrejas deve ser a proclamação do Evangelho. Isto significa que apenas uma igreja viva e apaixonada por Jesus irá testemunhar da dinâmica e poderosa Palavra de Deus (Jo. 16:13-15). A visão de teólogos, missiólogos, pastores, igrejas e missionários trabalhando juntos na proclamação do Evangelho nos dá alento e esperança para caminharmos mais. A unidade é nossa aliada.

Autor: Ronaldo Lidório

Alex Palmeira

Salvo pela graça, servo de Jesus, em missão como embaixador do reino de Deus – atua como diretor do movimento PN5.

União Sul Brasileira da IASD