A revitalização das estruturas eclesiais

2 minutos | Postado 4 anos atrás

trail-como-criar-cultura-excecucao

 

O que muito tem contribuído para o não crescimento, e até decréscimo da membresia de algumas igrejas, são aquelas estruturas enrijecidas pelo tradicionalismo e, portanto, não funcionais. Duas coisas, pelo menos, são necessárias para que as estruturas de uma igreja se tornem funcionais.

1. A quebra de paradigmas

Paradigma é uma palavra de origem grega que significa “modelo” ou “padrão”.

Os paradigmas podem ser definidos como “verdades” que se fixaram na mente, indicando um jeito de ser, viver ou fazer as coisas. Para um estudo interessante deste tema sugiro a leitura do livro Quebrando Paradigmas/Ed René Kivitz. São Paulo: Abba Press, 1995. 
Às vezes é preciso coragem para quebrar paradigmas que não funcionam mais e que, portanto, já não têm nenhum valor prático.
À primeira vista parece fácil mudar aquilo que se tornou obsoleto. Mas nem sempre é tão simples assim. Primeiro é preciso mudar a mentalidade dos acomodados e principalmente dos saudosistas, daqueles que confundem inovação com inovacionismo; a boa tradição com tradicionalismo.

 

O segredo do sucesso está num trabalho de conscientização sério e paciente.

Josivaldo Pereira

Por uma questão de prudência e respeito com aqueles que não pensam como nós, é preciso que os paradigmas sejam quebrados aos poucos. As idéias e conceitos devem ser amadurecidos no meio da comunidade, sem atropelos, mas progressivamente.

2. Teste de qualidade

As estruturas da igreja devem ser constantemente testadas por sua liderança, a fim de serem revitalizadas e, desse modo, servirem melhor o organismo.
Tudo que não contribui para esse objetivo deve ser mudado ou eliminado.
Algumas coisas podem ser citadas como exemplos do que não devem passar pelo teste de qualidade de uma igreja local: liderança inibidora, horário e duração do culto inadequados, conceitos desmotivadores de administração das finanças, etc.
Por meio de um processo constante de avaliação e renovação, o surgimento de estruturas enrijecidas é evitado em grande parte.

Alex Palmeira

Salvo pela graça, servo de Jesus, em missão como embaixador do reino de Deus - atua como diretor do movimento PN5.
União Sul Brasileira da IASD