Sem categoriaA mobilização da igreja pela Escola Sabatina

A mobilização da igreja pela Escola Sabatina

4 minutos | Postado 1 ano atrás

2-1024x256

Tradicionalmente fomos acostumados a fazer mobilização do púlpito. No passado até que deu certo em muitos lugares, mas hoje essa maneira é obsoleta. As pessoas não se engajam em compromissos transmitidos por um entusiasta da plataforma de uma igreja. Os líderes de hoje confessam que estão cansados de fazerem apelos pedindo a participação, e a adesão já sabemos, é muito pouco. O que há de errado? A resposta é simples e é difícil. Simples por que não precisamos mobilizar lá da frente, difícil por que temos que chegar em cada um pessoalmente.

Como faremos isso? Há um novo (antigo) caminho para os diretores da ES. Ao invés de lutarem, se frustarem em tentar mobilizar a igreja do púlpito, surge a perspectiva de serem fontes de influência para aqueles que semanalmente tem um grupo de pessoas para influenciar: Anciãos/Professores da Escola Sabatina, líderes de PGs, etc. Como isso pode funcionar na prática?

Você pode mobilizar a igreja de duas maneiras:

2

  1. Grande ajuntamento: Grandes congressos, fóruns, Seminários, etc
  2. Pequenos ajuntamentos: Unidades da Escola Sabatina, Unidades de clubes de Desbravadores, Pequenos Grupos, etc

O problema é que no grande ajuntamento não temos como firmar compromissos no nível pessoal, por isso que a mobilização é pequena. Não precisamos descartar o grande ajuntamento, ele é útil para celebrar, desafiar, motivar, mas não para mobilizar. A mobilização acontece no nível do pequeno ajuntamento, aonde há olho no olho, intimação, apelo pessoal, justificativa direta.

a) Momento missionário

O momento Missionário sempre aconteceu na hora da Escola Sabatina. Hoje esquecido em muitas igrejas, clamamos para que esse momento volte na igreja dentro de sua expressão positiva do grande ajuntamento:

  1. Momento para dar um feedback para a igreja da sua realidade espiritual através do quadro comparativo da Escola Sabatina e o Placar dos Amigos estudando a Bíblia
  2. Colocar o quadro comparativo da ES e o Placar dos Amigos estudando a Bíblia
  3. Momento para motivar a igreja com testemunhos de pessoas que estão se envolvendo e fazendo a obra de Cristo
  4. Momento para desafiar os membros a irem mais longe

Escolha um momento propício na liturgia da sua igreja para ter esse momento:

  1. Que ele seja empolgante, entusiasta
  2. Curto, objetivo, ao ponto
  3. Espiritual, apelando a cada um para sermos a igreja que Cristo deseja

b) Chamada da ES

O cartão da Escola Sabatina USB é o sistema mais simples a alinhado que existe com a visão “Cada um Salvando um”. Suas perguntas preconizam discipulado na Comunhão, Relacionamento e Missão. Seu planejamento de foco também está centralizado no CRM, as atividades práticas da unidade visa o crescimento da unidade no discipulado espontâneo. Cabe ao diretor da Escola Sabatina, semanalmente enfatizar as atividades do IMPACTO SEMANAL DA UNIDADE. Alinhar com os professores regularmente as atividades nessa área.  Desse espaço depende a influência do professor, a comunhão da unidade, seu relacionamento interno e externo com a comunidade, bem como seu testemunho missional as pessoas que estão ao seu redor.

Colocar imagem do cartão de chamada

c) Workshops locais

Sonhamos com o tempo aonde os diretores missionários e Escola Sabatina da igreja irão promover Vintages em miniatura, para aprofundamento, planejamento do entendimento da missão urbana, do discipulado, de uma igreja centrada no evangelho, da evangelização e do envolvimento de todos os membros na multiplicação da igreja

Temas Sugestivos para Workshops

  1. Práticas espirituais
  2. Vida em comunidade
  3. Plantação de uma nova igreja
  4. Incorporação dos novos na fé
  5. Como testemunhar para a nossa Família Ampliada
  6. Vivenciando a natureza da igreja de Atos
  7. A história da missão na igreja Adventista
  8. A responsabilidade social da igreja
  9. Os dons e sacerdócio de todos os crentes
  10. Liderança na igreja

Alex Palmeira

Salvo pela graça, servo de Jesus, em missão como embaixador do reino de Deus - atua como diretor do movimento PN5.
União Sul Brasileira da IASD

Sem categoriaA mobilização da igreja pela Escola Sabatina